Investimentos públicos: 1947-2020

Investimentos públicos: 1947-2020

03/05/2021

A série de investimentos públicos foi atualizada para o ano de 2020. O indicador apresentou uma pequena recuperação em relação ao ano anterior. Isso ocorreu em função da ampliação dos gastos com investimentos das empresas estatais, notadamente da Petrobras.

Investimentos públicos (% do PIB)

O investimento das Empresas Estatais Federais havia sofrido uma brusca queda em 2019 e se recuperou para o patamar de 2018 que já havia sido alto em relação aos anos imediatamente anteriores. As empresas estatais voltaram a investir nos patamares mais expressivos depois de um colapso desses investimentos em função de dificuldades financeiras nos setores. A média dos investimentos nos últimos 3 anos foi de 1,05% do PIB, ainda inferior aos primeiros anos da década, mas a alta pode indicar que o período de menor investimento tenha ficado para trás.

Investimentos das Empresas Estatais Federais (% do PIB)

A dinâmica recente dos investimentos nos três níveis de governo é bastante interessante. Os gastos federais atingiram valores mínimos próximos aos observados entre 2003 e 2004. No caso dos entes subnacionais, por outro lado, as despesas com investimentos de recuperaram. Destaca-se, em particular, os investimentos dos municípios. Isso pode ter ocorrido em função da necessidade de maiores investimentos por conta da pandemia em um contexto de maior disponibilidade de financiamento propiciado pelo Governo Federal.

Investimentos dos Entes Federados (% do PIB)

O Governo Federal é uma importante fonte de financiamento para alguns investimentos subnacionais participando, indiretamente, dessa expansão. Mas a tendência de gastos com investimentos no Governo Federal é preocupante, pois não parece haver nenhuma tendência de estabilização ou reversão da compressão iniciada em 2015 e que torna os desembolsos insuficientes para repor a depreciação do estoque da capital fixo público.

Investimento líquido – Governo Central (Em R$ milhões)

Fonte: STN.

Tal processo de compressão de gastos com investimentos parece em fase final nos entes subnacionais. No caso dos governos estaduais a queda parece estar se estabilizando, mas em patamar negativo. No caso dos municípios, os investimentos líquidos já se tornaram positivos há dois anos e se aceleraram.

Investimento líquido – Governos Estaduais (Em R$ milhões)

Investimento líquido – Governos Municipais (Em R$ milhões)

Clique aqui para acessar o arquivo excel.


As opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade exclusiva dos autores não refletindo necessariamente a opinião institucional da FGV.

Deixar Comentário

Veja também